A Escola Secundária Inês de Castro participou na edição anual do programa Parlamento dos Jovens, uma iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos jovens do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, implementado ao longo do ano letivo em três fases distintas: Escola, Distrito e Assembleia da República.

Na primeira fase 60 alunos organizaram-se em 8 listas eleitorais e envolveram-se na reflexão sobre a temática definida para esta edição: “FAKE NEWS: estratégias para combater a desinformação” (Ensino Básico) e” FAKE NEWS: o impacto da desinformação na democracia” (Ensino Secundário). Elaboraram medidas para atenuar a problemática em questão, participaram em debates e sessões de esclarecimento, estruturaram o processo eleitoral, redigiram e aprovaram o Projeto de Recomendação de Escola e elegeram os representantes para as sessões distritais.

Os alunos Rúben Santos (11ºB), Afonso Trindade (12ºF) e Tiago Magalhães (12ºF), estiveram presentes na Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens do ensino secundário, que decorreu nos dias 21 e vinte e 22 de março no Auditório Municipal de Gaia.

 

Por sua vez, os alunos Rebeca Oliveira (9ºA), David Sister (8ºB), Diana do Mar (8ºF) e Mafalda Monteiro (9ºB) participaram com louvor, na qualidade de vice-presidente da mesa e deputados da Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens do ensino básico, que decorreu nos 28 e 29 de março, no Fórum Cultural de Ermesinde. Entre as cinquenta e cinco escolas do Círculo do Porto a Escola Secundária Inês de Castro foi a sexta mais votada, o que lhe conferiu o lugar de primeira escola suplente.

Ao longo do primeiro e segundo período estes discentes tiveram a oportunidade de aprimorar as competências relacionadas com a comunicação, argumentação, atitudes e valores éticos, pensamento, espírito crítico e criativo, cidadania ativa, solidariedade e autonomia, entre outros.

É de destacar que todos os alunos envolvidos no projeto demonstraram entusiasmo, disponibilidade, empenho e manifestaram prestações de excelência.